8 dicas para evitar que sua empresa fique atolada em dívidas !

Segundo dados da empresa de informações financeiras Serasa Experian, 44% das empresas que tiveram falência decretada nos primeiros oito primeiros meses de 2013 foram micro e pequenas empresas.

Para Júlio Leandro, superintendente de informações sobre empresas da companhia, o principal erro cometido pelas pequenas empresas é a falta de planejamento, que acaba culminando em dívidas, e, muitas vezes, em falência.

Veja dicas para evitar –ou sair– dessa situação:

PLANEJE-SE

Segundo Leandro, o primeiro passo é

conhecer bem o mercado do empreendimento para não tomar decisões erradas ou fazer tentativas frustradas.

“É preciso entender a realidade de forma mais clara. A pequena empresa tem que estar informada sobre o mercado, saber o que o cliente dela acha, qual o cenário de outras companhias e negócios naquele segmento”, explica.

ATENTE-SE AO MODELO DE NEGÓCIOS

De acordo com ele, a empresa pode passar por situações difíceis momentaneamente, mas muitas vezes se vê diante de cenários mais complexos. “Às vezes, o modelo de negócios da empresa não está funcionando. Pode ser uma questão de mercado, de preço ou de concorrência.”

RECONHEÇA E ESTUDE A SITUAÇÃO

Para sair da situação de inadimplência, reconhecer as dívidas mais graves é importante. “A dívida mais grave é aquela que vai dificultar a recuperação da empresa, como aquelas que têm taxas de juros muito altas”, diz o superintende.

NÃO DEIXE AS COISAS FICAREM INCONTROLÁVEIS

Segundo ele, os empresários também precisam tomar cuidado para não deixar que a situação vire uma “bola de neve”. “Se for preciso, peça a ajuda de uma consultoria. É preciso se planejar também na hora de quitar as dívidas”, explica.

CORTE GASTOS

Elimine os gastos em excesso, como o uso de telefones fixos e móveis e o desperdício de energia e materiais.

ESTABELEÇA CONDIÇÕES REAIS DE PAGAMENTO

Ao renegociar suas dívidas, esteja ciente da sua situação e das suas condições reais de pagamento. Uma boa ideia é pedir um alongamento do prazo para a redução do valor de cada parcela.

IDENTIFIQUE ERROS E APRENDA COM ELES

Procure entender os fatores que levaram sua empresa a essa situação. Pode ser uma falha na gestão, uma precificação incorreta etc. Aprenda com as falhas e evite cometê-las depois de sair da crise.

EMPREENDER NÃO É FÁCIL

A forma de empreender também pode estar ligada à situação financeira da empresa. Segundo Leandro, a diferença entre empreendedorismo de necessidade e de oportunidade é um bom exemplo para isso.

“Às vezes a pessoa é demitida, recebe uma rescisão e abre um negócio porque precisa ganhar dinheiro, sem conhecer o local, o mercado ou o público. Provavelmente ela vai ter menos sucesso do que o empreendedor de oportunidade, que abre um negócio quando já tem um conhecimento prévio”, diz.

FONTE: http://www.jornalfloripa.com.br/economia/index1.php?pg=verjornalfloripa&id=17369

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s