Você considera seu fornecedor um parceiro?

Nos anos 80, o Japão criou o conceito “Just in Time”, que na tradução livre é “Na Hora Certa”. Trata-se de um sistema de administração da produção que determina que nada deve ser produzido, transportado ou comprado antes da hora exata, isto é, o produto ou matéria prima chega ao local de utilização somente no momento exato em que for necessário, ou seja, os produtos somente são fabricados ou entregues a tempo de serem vendidos ou montados. Não existe estoque parado.

Nos últimos quinze anos, a demanda cada vez maior pela busca da qualidade, além de preços cada vez mais competitivos, fez com que a distância entre o cliente e o fornecedor diminuísse cada vez mais, tornando o diálogo entre os dois mais efetivo e dinâmico.

Atualmente não há como uma empresa isolada ser competitiva em um mundo cada vez mais globalizado. O empreendimento faz parte de uma cadeia de compradores e fornecedores, cujo objetivo é a satisfação dos consumidores Continuar lendo

Anúncios

PageRank: o seu site é mesmo importante para o Google?

No último texto, expliquei um pouco sobre o que é e como funciona o Search Engine Optimization (SEO). Nele, citei alguns fatores a serem trabalhados para otimizar um site e também mencionei a relação entre o Page Authority e o PageRank.

E é sobre isso que iremos falar hoje: o PageRank.

Ele se refere a uma métrica criada pelo próprio Larry Page, que é utilizada pelo algoritmo do Google para compreender a importância que um site tem para o buscador. Essa relevância é divulgada ao público em uma escala de 0 a 10, por meio da toolbar do Google.

Veremos que o PageRank (ou PR) está diretamente relacionado aos fatores externos (Off-Page) em uma otimização, mais precisamente da aquisição dos links externos.

Os buscadores encontram as páginas por meio de links de outros sites já indexados, por isso, temos uma técnica de SEO chamada Link Building, que visa organizar não só a arquitetura interna, mas principalmente Continuar lendo

Pesquisa: empresas exigem mais qualificações dos profissionais de TI

Um estudo realizado pela Randstad Technologies, empresa de soluções especializada em tecnologias da informação, constatou que o perfil dos profissionais de TI precisa se adequar às novas exigências do mercado de trabalho.

Segundo Frederico Costa, gerente nacional da Randstad Technologies, o que se presencia nos dias de hoje é um novo tipo de empregado. “São profissionais da área de TI atuando cada vez mais em gestão e contribuindo com seu conhecimento do negócio como um todo para alavancar os resultados. O papel do profissional desta área nunca esteve tão estratégico”, diz.

O executivo destaca que o funcionário de TI agora pode ser definido como Continuar lendo