Gastos globais com TI crescerão 3,1% em 2014, dizem analistas

Os gastos com Tecnologia da Informação (TI) em todo o mundo deverão crescer 3,1% este ano, a US$ 3,8 trilhão, depois de um 2013 estável, e serão impulsionados por empresas que começam a aproveitar a “big data” de smartphones e outros dispositivos, disseram analistas da Gartner nesta segunda-feira.

“Big data” é a capacidade de processar e analisar a massa de dados coletados pelas empresas, como operadoras de telefonia móvel, varejistas e companhias aéreas, para fornecer informações que lhes dão vantagens sobre rivais.

O setor de software para empresas será o mais dinâmico em 2014, disse a Gartner, com o conjunto de gastos globais subindo 6,8%, para US$ 320 bilhões.

“O investimento é proveniente de exploração de análise para tornar os processos B2C (sigla em inglês para business to consumer, ou ‘negócio para o consumidor’, na tradução literal) mais eficientes e melhorar os esforços de marketing para clientes”, disse Richard Gordon, vice-presidente executivo da Gartner, em um comunicado.

Os gastos com dispositivos, incluindo computadores pessoais, celulares e tablets, crescerão 4,3 por cento em 2014, informou a Gartner, depois de uma contração de 1,2% em 2013.

No entanto, o grupo de pesquisa rebaixou sua previsão de crescimento em serviços de telecomunicações, que respondem por mais de 40% do total das despesas de TI, para 1,2% ante estimativa anterior de 1,9%, diante de fatores como declínio de taxas de voz na China.

http://tecnologia.terra.com.br/negocios-e-ti/gastos-globais-com-ti-crescerao-31-em-2014-dizem-analistas,eca5681c2c253410VgnCLD2000000dc6eb0aRCRD.html

Anúncios

Você considera seu fornecedor um parceiro?

Nos anos 80, o Japão criou o conceito “Just in Time”, que na tradução livre é “Na Hora Certa”. Trata-se de um sistema de administração da produção que determina que nada deve ser produzido, transportado ou comprado antes da hora exata, isto é, o produto ou matéria prima chega ao local de utilização somente no momento exato em que for necessário, ou seja, os produtos somente são fabricados ou entregues a tempo de serem vendidos ou montados. Não existe estoque parado.

Nos últimos quinze anos, a demanda cada vez maior pela busca da qualidade, além de preços cada vez mais competitivos, fez com que a distância entre o cliente e o fornecedor diminuísse cada vez mais, tornando o diálogo entre os dois mais efetivo e dinâmico.

Atualmente não há como uma empresa isolada ser competitiva em um mundo cada vez mais globalizado. O empreendimento faz parte de uma cadeia de compradores e fornecedores, cujo objetivo é a satisfação dos consumidores Continuar lendo

PageRank: o seu site é mesmo importante para o Google?

No último texto, expliquei um pouco sobre o que é e como funciona o Search Engine Optimization (SEO). Nele, citei alguns fatores a serem trabalhados para otimizar um site e também mencionei a relação entre o Page Authority e o PageRank.

E é sobre isso que iremos falar hoje: o PageRank.

Ele se refere a uma métrica criada pelo próprio Larry Page, que é utilizada pelo algoritmo do Google para compreender a importância que um site tem para o buscador. Essa relevância é divulgada ao público em uma escala de 0 a 10, por meio da toolbar do Google.

Veremos que o PageRank (ou PR) está diretamente relacionado aos fatores externos (Off-Page) em uma otimização, mais precisamente da aquisição dos links externos.

Os buscadores encontram as páginas por meio de links de outros sites já indexados, por isso, temos uma técnica de SEO chamada Link Building, que visa organizar não só a arquitetura interna, mas principalmente Continuar lendo

Pesquisa: empresas exigem mais qualificações dos profissionais de TI

Um estudo realizado pela Randstad Technologies, empresa de soluções especializada em tecnologias da informação, constatou que o perfil dos profissionais de TI precisa se adequar às novas exigências do mercado de trabalho.

Segundo Frederico Costa, gerente nacional da Randstad Technologies, o que se presencia nos dias de hoje é um novo tipo de empregado. “São profissionais da área de TI atuando cada vez mais em gestão e contribuindo com seu conhecimento do negócio como um todo para alavancar os resultados. O papel do profissional desta área nunca esteve tão estratégico”, diz.

O executivo destaca que o funcionário de TI agora pode ser definido como Continuar lendo

Empresas devem atentar para visibilidade das redes sociais

Empresas devem estar atentas ao novo quadro, melhorar e fortalecer seus canais de atendimento ao cliente

As redes sociais estão presentes em nossas vidas, quase tanto, quanto a internet. Hoje ninguém mais se preocupa, por exemplo, em abrir um dicionário, consultar um endereço ou telefone na lista, tudo isso são condutas obsoletas, pois a internet resolve tudo. Da mesma forma, as redes sociais estão avançando, tornando a vida mais ampla e o mundo cada vez menor.

Há mais de uma década, os especialistas já afirmavam que quem não estivesse na internet, não estaria em lugar nenhum. Hoje, acrescentam, quem não tem qualquer tipo de mídia social, é invisível, não é ninguém.

E desta euforia social, as empresas também fazem parte, gerando entre estas e seus consumidores um canal direto e rápido. Tudo que se coloca no You Tube, Facebook, Twitter, entre outras, tem uma propagação imediata com a qual a mídia convencional não pode Continuar lendo

Empresas têm dificuldades para encontrar profissionais

A mão de obra capacitada não é o principal empecilho encontrado pelas empresas da região na hora da contratação de profissionais. Muitas afirmam que a falta de interesse dos trabalhadores pode ser considerada um fator preponderante, principalmente para o setor de comércio e serviços, na hora de encontrar os funcionários.

profissionais-trabalho

Proprietário de uma empresa de treinamentos em Resende, Leonardo Aguiar, diz que encontra dificuldades para contratar um consultor comercial de Treinamento e Desenvolvimento. “Estou há meses querendo contratar um funcionário para visitar os clientes e potenciais clientes da nossa empresa para apresentar nossos serviços. No entanto, o interesse por esse tipo de vaga é baixo. As pessoas que se Continuar lendo